Como os fatores externos impactam o setor de RH em meio à crise

Como ser um RH de sucesso em momentos turbulentos onde a insegurança e o desemprego podem afetar todas as empresas?

05 de Junho de 2020

Com a chegada de uma crise, seja no setor da saúde, economia ou política, é comum a reação negativa do mercado de trabalho, e nesses momentos a primeira coisa que acontece na maioria das empresas é demitir funcionários. Mas saiba que esta não é a melhor solução.

Gamificação no ambiente corporativo

O desemprego não afeta somente aqueles que perderam seus empregos, mas a toda a sociedade. Com um índice menor de trabalhadores é normal que o poder de compra e o consumo diminua. Neste momento é normal que os colaboradores se sintam aflitos, tensos e inseguros, gerando uma queda de rendimento e falta de entrega.

O setor de recursos humanos é fundamental para transformar o ambiente de trabalho, seja ele presencial ou remoto. Com ações que motivem e ajudem os colaboradores a manterem o equilíbrio emocional e a produtividade.

Além de trabalhar o emocional de seus colaboradores, o RH também é responsável por passar comunicados importantes nesse momento. Manter a equipe atualizada com o que está acontecendo dentro e fora da companhia ajuda a elevar o nível de engajamento e sentimento de pertencimento.

Comunicados que impactam diretamente no cotidiano do trabalhador também são importantes para evitar especulações e a tão conhecida fake news entre os funcionários.

Sabemos que o maior ativo das empresas são as pessoas, e que sem elas todo o resultado pode ser comprometido. Por isso, é importante não deixar que os fatores externos influenciem na produtividade e no desempenho de sua equipe.

O que podemos fazer para minimizar uma crise?

Nem todas empresas estão preparadas para enfrentar uma crise, seja ela qual for. As grandes empresas possuem gestão de crise, comitês especializados que se unem para tomar as melhores medidas. Mas e as empresas que não possuem tal estrutura?

Para implementar uma gestão de crise neste momento as empresas precisam de:

  • Gerenciamento – Mesmo que os fatores externos não estejam dentro no nosso controle, o RH necessita de domínio sobre todos os acontecimentos internos.

  • Influência – Com comunicação transparente e direta, o RH pode exercer a influência sobre os gestores e outros colaboradores, buscando sempre o bem-estar da equipe e o desenvolvimento de suas ações de Employer Branding e endomarketing.

  • Entendimento – O RH precisa de ter o conhecimento claro dos fatores externos e como eles impactam sua companhia de forma direta e indireta

  • Engajamento – É necessário criar um comitê que esteja engajado, para ajudar com soluções e ideias a fim de encarar de frente a crise, e encontrar alternativas inovadoras para sua empresa.

Só desta forma sua empresa será resiliente e conseguirá passar por todas as dificuldades que uma crise trás. Tenha sempre em mente que um RH estratégico tem muito mais importância para a empresa

Como criar um banco de currículos qualificado

Encontre os melhores profissionais

Anunciar Vaga