Como diminuir turnover e reter talentos

Diminuir o turnover e desenvolver estratégias para reter profissionais, são desafios para o RH e estão associados ao sucesso da empresa. Veja como resolver este cenário.

29 de Agosto de 2019

O turnover é o índice de rotatividade de profissionais na sua empresa, ou seja, o fluxo de entrada e saída de pessoas da organização. É considerado um dos principais alertas de análise, pois o alto turnover causa prejuízos financeiros e influencia no engajamento do time.

Atrelado a isso, o RH busca, de forma contínua, soluções para reter bons colaboradores e, consequentemente, manter o nível de produtividade, satisfação e desenvolver positivamente a imagem da marca empregadora.

A solução para evitar o alto índice de turnover é traçar um bom planejamento estratégico que visa investir na capacitação e valorização dos funcionários, fortalecer ações de Employer Branding e focar no desenvolvimento do capital humano.

Abordaremos neste artigo quais as causas e consequências do desligamento de profissionais e dicas de como reduzir o turnover e reter talentos.

Quais são as causas para o alto índice de turnover?

O desligamento de um colaborador pode ocorrer por diversos motivos. Mas principalmente por insatisfação, busca por plano de carreira, salários e benefícios empresariais mais atrativos.

Outros fatores que podem determinar a saída de um profissional, está associado com adequação ao fit cultural, o conflito de valores individuais com os da empresa, produto e serviço, clima organizacional, convivência com a gestão, a busca por oportunidades no mercado e coincidir trabalho com qualidade de vida.

Os profissionais visam organizações que contribuam com seu crescimento, os ajudem a manter-se atualizados, e se importam, sobretudo, com o bem-estar das pessoas, proporcionando desafios que os desenvolverão, e que tenham uma remuneração boa e compatível com o mercado.

Quais são as consequências da alta rotatividade?

O alto índice de turnover pode revelar para a sua empresa quais são os pontos que precisam de atenção, e facilita o desenvolvimento de estratégias para melhorar a performance dos processos seletivos.

Produtividade: a saída de um colaborador compromete as metas, indicadores e lucro. A entrega de resultados dificilmente será como quando o quadro está equilibrado e completo;

Sobrecarga: o não planejamento da liderança, ou a demora para substituir o colaborador, pode sobrecarregar os funcionários que ficaram no setor;

Falta de estímulo: a sobrecarga ou não reposição rápida de capital humano pode impactar na satisfação individual ou da equipe;

Prejuízos financeiros: avaliar os custos com o turnover da sua empresa é fundamental para estruturar uma boa estratégia. Além dos pagamentos da rescisão, custeará um novo processo de R&S, a contratação de um novo funcionário, e investimento em treinamento e desenvolvimento;

Perda de competividade no mercado: perder profissionais de destaque para a concorrência significa também perda de vantagem competitiva no mercado;

Clima organizacional: os colaboradores que ficam na empresa são diretamente impactados com as mudanças, e é comum que surjam conflitos e desmotivação.

Dicas de como reduzir o turnover e reter talentos na prática!

Muito se fala e especula sobre quais são as fórmulas exatas para reter talentos. Mas é verdade que este planejamento atrelado a ações para reduzir o índice de rotatividade de colaboradores é uma tarefa constante e árdua para o RH.

Cada vez mais exercendo papel estratégico nas organizações, um dos objetivos do profissional de RH é contratar o candidato ideal e mantê-lo na empresa a longo prazo, com o intuito de integrá-lo, aproveitar suas competências e ajudar a se desenvolver.

Ao proporcionar a diversidade nas empresas, é possível aumentar a lucratividade, melhorar o relacionamento entre os colaboradores e reforçar o respeito entre as diferenças.

Para isso, listamos algumas dicas valiosas com foco em produção, rentabilidade e retenção. Confira:

1. Seja transparente, ético e cumpra tudo que foi acordado desde o primeiro contato. É importante que o profissional confie e sinta-se seguro ao assumir um cargo em sua empresa;

2. Forneça feedbacks. Os profissionais prezam por retornos que contribuam para seu crescimento, além disso, a prática do feedback proporciona aproximação e amparo sobre acertos e pontos a melhorar;

3. Preze por boa comunicação interna. É importante que todos os colaboradores estejam alinhados com os valores, propósito e objetivos da empresa. Manter os canais de comunicação abertos, facilita e incentiva que os colaboradores se sintam confortáveis em expor suas ideias;

4. Invista em um bom plano de carreira. Os talentos visam evoluir dentro das organizações, e cada vez mais, o plano de carreira ajuda na atração e retenção. É uma ferramenta poderosa que influencia na permanência dos colaboradores;

5. Forneça bons pacotes de benefícios empresariais. Os benefícios fazem parte dos critérios que determinam se os talentos aceitarão ou não uma proposta de emprego, isso se dá, pois existe uma escassez de candidatos qualificados no mercado, e a avaliação dos benefícios tem grande peso na tomada de decisão. Listamos quais são os benefícios mais queridinhos dos funcionários.

6. Capacite e acredite na sua liderança. Os colaboradores buscam referência positiva dentro das organizações e, além disso, necessitam de um facilitador em seu dia a dia que contribua para otimizar e agilizar processos, os desenvolvam e saibam reconhecer um bom trabalho;

7. Invista na marca empregadora. Desenvolver ações que fortaleçam o Employer Brandinggera um ambiente de trabalho harmônico e desenvolvedor, diretamente ligado ao nível de satisfação, engajamento e produção dos funcionários;

8. Salário justo! O salário não é mais o único fator que determina se um candidato aceitará ou não uma vaga, é verdade. Mas ainda tem bastante relevância, somado aos outros itens listados. Por isso, é essencial que a sua empresa esteja competitiva com o mercado;

9. Leve o fit cultural em consideração. A contratação é um dos processos mais importantes para empresa. Considerar a identificação do candidato com a marca, ajuda na redução do turnover, pois significa o encontro de sucesso e saudável entre as duas partes.

Como um Software de Recrutamento e Seleção pode contribuir para redução de turnover?

O PandaPé Software de Recrutamento e Seleção, 100% integrado com o InfoJobs é a ferramenta digital ideal para otimizar, digitalizar e auxiliar no controle e redução do índice de turnover da sua empresa!

Através de um painel de controle que centraliza as informações mais importantes dos candidatos, dos recrutadores e do processo de R&S, é possível analisar rapidamente todos os dados mais relevantes para agilizar as etapas.

O software conta com a tecnologia mais avançada para auxiliar os profissionais de RH a contratarem o talento ideal de forma mais rápida e assertiva com inteligência artificial e consequentemente agem na diminuição do turnover.

É possível incluir filtros específicos de compatibilidade, ou seja, o recrutador determina quais conhecimentos e habilidades são importantes para a vaga em aberto e a porcentagem que o candidato deve possuir para ser direcionado automaticamente para a próxima etapa.

O PandaPé facilita a busca dos candidatos aderentes à vaga e permite que as empresas anunciem suas oportunidades em diversos canais com apenas um clique. Com isso, cresce a atração de candidatos com o perfil compatível e agiliza todo o processo de recrutamento e seleção.

Além disso, a ferramenta leva em consideração durante todo o processo de R&S a experiência do candidato. É possível programar feedbacks em todos as fases, manter os candidatos informados sobre as etapas de maneira clara, objetiva e automática.

Quer saber mais informações? Acesse o site PandaPé e solicite uma demonstração!

Como diminuir turnover e reter talentos

Encontre os melhores profissionais

Anunciar Vaga