8 motivos do que NÃO podemos esquecer sobre Candidate Experience


A experiência do candidato no processo seletivo não pode ser colocada em segundo plano, pois diz muito sobre o que sua empresa realmente é.


01 de Abril de 2019

Você provavelmente conhece alguém que participou de um processo de recrutamento e não conseguiu a vaga, mas só ficou sabendo porque não recebeu um feedback do RH. Ou alguém que tinha o perfil adequado para uma oportunidade, mas desistiu durante o processo de seleção, pois não o cativou o suficiente. Por esses e outros motivos, a experiência do candidato deve ser levada a sério! Este texto falará sobre esse assunto.

É uma realidade que toda empresa deseja contratar os melhores talentos para compor seu time. Por outro lado, esses perfis normalmente também estão buscando uma empresa que lhes agrade e compartilhe os mesmos valores. Isso significa que as organizações também precisam brilhar os olhos dos candidatos e a remuneração não é mais o único fator decisório.

Atrair bons profissionais requer planejamentos estratégicos e desafios que contribuam para seu crescimento pessoal e profissional. A palavra que permeará este artigo será ‘’encantamento’’. Por quê? Para o encontro de sucesso acontecer, candidatos e empresa precisam estar satisfeitos com essa união.

8 motivos do que NÃO podemos esquecer sobre candidate experience

  • Facilite desde o primeiro contato
  • Proporcione aos candidatos o preenchimento de fichas de cadastro breves e com informações fundamentais. Agilize, priorize dados e invista tempo para contatos personalizados. É essencial otimizar o tempo da organização, sem esquecer que é tão importante quanto valorizar o tempo dos participantes.

  • Seja claro, ético e respeitoso
  • Atrelado a digitalização do processo de recrutamento e seleção, a comunicação é a chave para se aproximar do talento. Por isso, mantenha-o informado em todos os estágios do processo, com avisos e comunicados objetivos e detalhados. Não permita que haja desistência da sua vaga por ausência de contato. Evidencie e seja transparente sobre quais serão os próximos passos do seu processo de seleção.

  • Feedback é primordial
  • O retorno é fundamental em todas as fases do processo seletivo, por isso, realize feedbacks construtivos para os candidatos que foram ou não desclassificados. Por fim, a decisão de chegar até o momento final do processo é mútua, e para crescimento do profissional é necessário repassar as impressões, de maneira ética, que permitiram firmar a escolha do currículo adequado. A ausência do feedback pode impactar negativamente o desempenho do profissional e a visão sobre a marca empregadora, pois quando um candidato não recebe nenhum tipo de comunicação, certamente não recomendará sua empresa e você perderá esse ou outros talentos que, no futuro, poderão atender às suas necessidades.

  • Fortaleça Employer Branding
  • Não cuidar do que também conhecemos como Candidate Experience tem efeito prejudicial na imagem da empresa para os talentos e para o mercado de trabalho, pois está diretamente ligado com os valores da organização, como as pessoas são tratadas e como elas se sentem em fazer parte da equipe.
    A reputação de uma empresa como marca empregadora pode ser dividida em três etapas:

    1. O processo de criação de um bom lugar para trabalhar;
    2. Implementação das ações de Employer Branding internamente;
    3. A divulgação deste conceito para os novos candidatos.

Consequentemente, os candidatos que se inscreverem para sua oferta irão conhecer mais sobre os seus valores e cultura. Desta forma, a marca consegue contratar talentos com mais agilidade, reduzir custos do processo seletivo e diminuir a rotatividade.

Incentivar a participação em pesquisas e avaliações permitirá que você identifique os pontos fortes e fracos da sua empresa e o grau de satisfação dos colaboradores. É possível interpretar os comentários como um termômetro para avaliar a opinião da equipe, funcionários e ex-funcionários e analisar melhorias para organização. A reputação da marca pode atrair ou afastar candidatos.

O uso de uma estratégia de Employer Branding afetará a percepção dos trabalhadores, seu programa de benefícios e a retenção de talentos aumentará. Além disso, saber que o colaborador é reconhecido também afeta a opinião dos consumidores e faz com que eles coloquem seus produtos à frente de outras empresas.

  • Entrelace os valores da empresa com o dos candidatos
  • Sabemos que o salário não é mais fator determinante para a escolha de uma vaga. Os profissionais que visam crescimento, desejam se sentir bem e confortáveis em fazer parte de uma organização que vai de encontro com sua visão e valores. Por este motivo, demonstre interesse em apresentar a cultura organizacional, as convicções, políticas e princípios.

  • Plano de carreira
  • Plano de carreira tem sido bastante valorizado na atração de candidatos, pois os talentos visam cada vez mais novos aprendizados, desafios, experiências e desenvolvimento. As empresas estão investindo em traçar planos para que os funcionários permaneçam e avancem, aprimorem constantemente as habilidades e contribuam para os negócios.

    O programa de plano de carreira é essencial para estimular o crescimento do colaborador, pois incentiva a oportunidade de recrutamento interno e permite que o profissional potencialize seus resultados e assuma cargos de liderança.

  • Aposte na otimização do processo de recrutamento e seleção
  • Potencialize seu processo seletivo, contrate mais rápido e de maneira assertiva. Com auxílio da transformação digital e a mudança de perfis de talentos, o processo de seleção é constantemente revisado em busca de inovação. Para alcançar o objetivo de recrutar profissionais engajados, um bom caminho é automatizar fases com a ajuda da tecnologia, utilizar sistemas de gestão de vagas e plataformas como sites e redes sociais, que aumentem o alcance e permitam que a empresa esteja onde seu público alvo está.

    Estabeleça proximidade e conheça seu candidato. Faça entrevistas virtuais e presenciais, crie etapas com avaliações personalizadas, envie testes para verificar a compatibilidade com as necessidades da empresa e analise habilidades. Além da vantagem de realizar todas ações de maneira automática, é possível centralizar as informações em um único painel de controle e personalizar todos os seus processos de entrevistas.

    Através do recrutamento colaborativo, compartilhe percepções e pontos importantes com todos os envolvidos no processo. Com uma comunicação eficaz, facilite a triagem de currículos e garanta um processo seguro, proporcionando ao gestor estabelecer filtros específicos e essenciais para tomar a melhor decisão para contratar.

  • Use uma ferramenta de seleção
  • Enquadrar os perfis de acordo com as vagas mantém talentos engajados e produtivos. É possível obter excelência neste passo através da utilização de um software de recrutamento e seleção.

    A plataforma tecnológica é capaz de unir todas as informações em um único painel de controle e proporcionar a criação de regras para comparar e analisar níveis de adequação, além de automatizar as etapas operacionais do processo seletivo.

Com o software de recrutamento de última geração, PandaPé, você digitaliza, integra e reduz custos. As funcionalidades do ATS permitem inovações nos processos de recrutamento e melhora a experiência do candidato com a sua marca.

Para mais informações, acesse: www.pandape.com.br

Tenho certeza que ao final dessa leitura, você também identificou a necessidade de digitalizar os processos seletivos e percebeu que investir em recrutamento de qualidade traz muitas vantagens. Até o próximo!

Encontre os melhores profissionais

Anunciar Vaga